Placar do período de 2017, desde 02/01/2017

Alterações de limites
4
Na Amazônia houve alteração no Parna do Jamanxim, uma desafetação de 862 hectares em seu interior para destinação ao leito e faixas de domínio da EF 170 e da BR 163. Em âmbito estadual, no MT, a Resex Guariba Roosevelt voltou a ter sua área anterior de 164.224,00 hectares, conforme o Decreto no59/2015, após uma decisão da Justiça, em caráter liminar que suspendeu o Decreto Legislativo que reduzia a área da Resex para 57.630 hectares. Veja detalhes em nosso site. Foram ampliados o Parque Nacional Chapada dos Veadeiros (GO) para 240.611 hectares, a Estação Ecológica do Taim (RS) para 32.797 hectares e a Reserva Biológica Uniao (RJ) para 7.756 hectares.
Criadas
2
Na Amazônia foi criado o Parque Nacional Campos Ferruginosos (PA) com 79.029 hectares, com incidência de 60.905 hectares em área antes pertencente à FLONA Carajás. Criada a Floresta Estadual provisória do Afluente do Complexo do Seringal Jurupari (AC) protegida por até cinco anos renováveis.
Revogadas
0
 
Novos conselhos
7
Na Amazônia, criado o conselho gestor do Parna do Jamanxim, da APA Jalapão e do Mosaico de Tucurui. Modificado os conselhos da APA Região de Maracanã, Resex Chocoaré Mato Grosso, Marinha do Maracanã, do Lago do Cuniã e de Cururupu, do Parna Mapinguari e dos Campos Amazônicos e Estação Ecológica do Cuniã e aprovado o regimento interno do conselho do Parque Estadual Sumaúma, da RDS Amanã, da APA da Ilha do Combu e da RVS Metrópole da Amazônia. Modificado o conselho gestor da Floresta Estadual do Amapá, das Resex Arioca-Pruanã e Marinha de Soure, FLONA Jacundá. Fora da Amazônia: Criado o conselho consultivo da RDS Nascentes Geraizeiras (MG), RVS de Una , na Bahia e dos PARNAs Serra de Itabaiana, Serra do Gandarela (MG). Modificado o conselho gestor das APAs Baleia Franca, Carste de Lagoa Santa (MG), FLONA Passa Quatro RESEX Acau-Goiana, do Mandira, das REBIOs Perobas,, de Una e dos PARNA Ilha Grande e Araucárias.
Planos de Manejo
15
Na Amazônia foram aprovados os planos de manejo das Resex Rio Cautário, Cururupu, Rio Cautário e Rio Preto-Jacundá, da Esec de Samuel, dos PES de Guajará-Mirim e de Corumbiara, do Parna de Anavilhanas, da ESEC de Taiamã (MT). Alterado o plano de manejo da Serra da Bocaina. E aprovado os planos de gestão da RDS do Rio Negro e da Resex Alto Tarauacá. Nos demais estados fora da Amazônia foram aprovados os planos de manejo da Reserva Biológica de Pedra Talhada, Floresta Nacional de Ipanema (SP), da Restinga de Cabedelo, Esecs Tupinambás e de Murici e RVS Arquipélago de Alcatrazes. E alterados os planos de manejo da APA da Barra do Rio Mamanguape, ARIE Manguezais da Foz do Rio Mamanguape e Parnas Serra dos Órgãos e Serra da Bocaina.
Acordos de Gestão
1
Aprovado o acordo de gestão da Resex Alto Tarauaca.
Dados monitorados pelo ISA referentes a 2017, desde 02/01/2017. O monitoramento é realizado através de pesquisa cotidiana no diário oficial da união e nos diários oficiais de todos os estados da Amazônia Legal (AC, AM, AP, MA, MT, PA, RO, RR, TO). Mais detalhes aqui.